Blog

3 Jogos para brincar e Ekuizar com o seu filho

A Rita tem 4 anos. Chegou da escola visivelmente empolgada e feliz. Mal chegou a casa foi logo contar aos irmãos as novidades trazia: “Hoje aprendi que posso brincar com meninas e meninos cegos com umas bolinhas”. As bolinhas eram os pontos da célula braille. Hoje a Rita já sabe o nome. O que ela não sabe é que a EKUI e as suas “bolinhas” mudarão para sempre a forma como ela vê e sente os outros. Para a Rita não há barreiras, descobriu a diversidade e aceitou-a com normalidade. A Rita aos 4 anos e tem já um forte sentido de cidadania. Por causa dela todos em casa já conhecem braille, língua gestual e costumam brincar ao ditado mudo com alfabeto fonético. Também já pediu aos pais para ir brincar com meninos cegos do ATL. Quero aprender a “ler” as “bolinhas”, refere.

Para a Rita brincar é assunto muito sério.  E ela tem razão. O brincar promove o desenvolvimento integral das crianças, estimula o pensamento crítico, gera resiliência, melhora a atenção e a concentração, potencia a comunicação e desenvolve competências socio emocionais. Mas também é verdade que podemos aprender a ler e a escrever brincando.

O desafio de hoje é deixar-vos três sugestões de atividades da metodologia EKUI, para juntos, pais e filhos, possam aprender a ler e escrever de forma lúdica e inclusiva:

1- O armário do EKUI alfabeto
Construa com a criança um armário com caixas de sapato. Em cada gaveta cole uma carta EKUI ou reproduza as letras em braille, usando bolinhas de papel crepe. Peça à criança que coloque pequenos objetos que comecem pela letra indicada em cada gaveta. Com esta atividade estará a trabalhar a consciência fonémica a grafémica, ou seja, associar o som à letra, preparando o seu filho para a aprendizagem do alfabeto.

2- Jogo do Ekui sentado
De pé faça uma roda com as crianças. As cartas Ekui devem ficar espalhadas no chão no meio da roda.  Explique-lhes que sempre que disser um determinado som (por exemplo o som z), elas devem sentar-se e procurar a carta que corresponde à letra desse som. Com esta atividade estarão a trabalhar a discriminação auditiva, pré- requisito para o desenvolvimento da linguagem (desenvolvimento fonético e fonológico).

3- Discriminar cartas de grafia semelhante
Coloque numa mesa as seguintes cartas EKUI:  p, b, q, d. Tape com um papel branco a parte da carta que contém o gesto do alfabeto da LGP. Depois, faça o gesto cada carta à frente da criança.  Peça-lhe que identifique a carta correspondente ao gesto que fez e que o reproduza. Com esta atividade estará a trabalhar a discriminação visual e a coordenação óculo-manual, competências necessárias para a aprendizagem da leitura e da escrita.

Divirtam-se a ekuizar!

Celmira Macedo
02-10-2018
Professora doutorada em educação

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *